sábado, 23 de abril de 2011

Multinacionais brasileiras entre as maiores do mundo em 2010

Multinacionais brasileiras entre as maiores do mundo em 2010




A Revista Forbes (Forbes.com) lista todos os anos as 2000 maiores empresas do mundo (The global 2000). Em sua lista mais recente, publicada em 21/04/2011 o Brasil aumentou para 37 empresas de capital nacional entre as 2000 maiores do mundo, em 2010. O ano passado foram 33 empresas. A evolução foi que esse ano o destaque maior foi para a Petrobrás – a estatal brasileira é a 8ª maior empresa do mundo, considerando todos os setores. O ano passado era a 18ª maior do mundo e em 2003 era a 108ª maior do mundo. Hoje ela é a 4ª maior entre as petroleiras (no critério geral) e 3ª entre estas no critério de valor de mercado e ativos, logo após a Exxon e a Petrochina, e à frente da Gazprom e Chevron. Se compararmos com os BRICs (Brasil, Rússia, Índia e China) o Brasil fica em 3°, na frente da Rússia; como no ano passado. Dentre estes, a Rússia também diminuiu o número de empresas (28 para 26) ; a China tem 70 empresas (tinha 91 em 2009); a Índia tem 56 empresas. A China continua sendo o 4° do mundo em número de empresas – atrás apenas dos EUA que tem 536 empresas (tinham 551 em 2009 e 598 em 2008); do Japão que possui 260 empresas (tinham 228 em 2009 e 259 em 2008) e Reino Unido que possui 84 empresas na lista das 2000 maiores do mundo (tinham 102 em 2009 e 123 em 2008).

Em termos de América Latina a posição brasileira continua em destaque, sendo o maior em número de empresas. Depois do Brasil vem o México, que continua com 18 empresas na lista (o mesmo número de 2009) ; Chile com 9 (em 2009 foram 8) empresas; Venezuela com 4 (2 em 2009), Colômbia com 6 (3 em 2009), Peru com 2 (2 em 2009), Argentina não possui empresas entre as maiores do mundo (continua 0).

Das 2000 maiores empresas do mundo, os europeus diminuiram sua participação relativa entre as maiores : França tem 67 empresas ( contra 72 em 2009); Alemanha tem 54 empresas (contra 57 em 2009). O Brasil este ano ultrapassou a Itália que tem 36 empresas ( possuia 41 em 2009), mas ainda está atrás do Canadá (66) e Austrália (41) e Suíça (47); mas continua na frente da Espanha (27 empresas, tinha 33 em 2009), Suécia (28), Bélgica (14), Holanda (27) e Portugal (8). A posição brasileira não está muito longe destes países desenvolvidos, mas em termos mundiais o Brasil fica em 13° lugar.

Entre as maiores empresas brasileiras na lista da Forbes estão : Petrobrás, Banco do Brasil, Bradesco, Vale, Itaú, CSN, Eletrobrás, Usiminas, Cemig, ,Tele Norte Leste, Grupo Gerdau, Embraer, Braskam, Brasil Foods, Redecar, Cielo, Banrisul, TAM, OGX, Suzano, CESP, Sulamérica, Cosan, Bradespar, Natura, Porto Seguro, Grupo Marfrig, WEG, etc.

A maior participação das empresas brasileiras no contexto mundial se deve também ao maior crescimento da economia brasileira em 2010, quando cresceu 7%, enquanto os países do primeiro mundo se encontravam em crise econômica com muito pouco crescimento. Em 2010, o PIB brasileiro se transformou no 7% maior do mundo, em dólares PPC (paridade do poder de compra, segundo critérios do FMI, Banco Mundial e CIA), com US$2,181 trilhões, ultrapassando os PIBs do Reino Unido, França e Itália; ficando atrás, na Europa, apenas da Alemanha (US$2,9 tri).



Daniel Miranda Soares - economista, EPPGG, mestre pela UFV.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário